Às vezes acho que estou refazendo seus passos. Consertando seus erros. Revendo suas razões. Às vezes eu acho que estou cutucando minha ferida, tentando andar ao lado da sua lembrança, capturar sua essência.

Às vezes torço pelo seu time. Às vezes acho que estou tentando andar pelos mesmos lugares. Pelos mesmos caminhos. Às vezes eu quero calçar seus sapatos. Vestir seu corpo, captar sua alma.

Às vezes eu acho que de presente só o passado e o não futuro de nós dois. Acho que escolho seus passos porque são feitos para meus pés. Às vezes acho que foi um erro de tempo. Só uma dança. Eu e você. Às vezes é no meu corpo que encontro suas mãos.

Às vezes passeio pelos nossos segredos. Nem são tantos assim… só uma infinitude. Às vezes acho que visto seu sorriso para secar minhas lágrimas. Às vezes choro as suas. Às vezes acho que é preciso tempo para seus passos tropeçarem no meu caminho, intervirem no destino.

Às vezes eu penso que nosso tempo se passou, ou talvez eu é que tenha me adiantado. Às vezes minhas palavras te escrevem. Às vezes seu silêncio me atinge. Às vezes eu ando na tua vida, respiro seu ar, me perco no seu tempo e depois volto para minha solidão. Às vezes acho que poderia ser a sua…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s