Ao raiar do dia, somos esperança e recomeço. Você me traz novas notícias de mim e eu te encontro na coragem para seguir. Então, pernas e braços se entrelaçam para caminhar para mais um dia, que há de ser melhor.

No correr da tarde, somos insistência e persistência. Paralelas em busca de convergências, sou seu prumo e você a razão para eu insistir. Somos planos pro futuro e temoa pressa de viver.

Ao cair da noite somos concha e pérola. Seu abraço, lençóis brancos, me deixo dormir em seu ninho e sinto o vento sair dos seus pulmões soprando em minhas costas e, sou novamente sonho e expectativa.

Durante as madrugadas, deixo escapar que me faz tão feliz que, se pudesse, ao invés de andar, dançaria para a plateia dos seus olhos que, cheios de mim, refletem você, que me pulsa, me destila, me define, me goza, me transforma e transtorna até que, sem você, quase não sou eu…

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s