Deu uma saudade doida de dançar você mais eu. De sentir a zabumba zabumbando no peito enquanto um bate o coração do outro.

Deu uma saudade doida de dançar você mais eu. De falar olhando, como quem diz e sabe que é ali o lugar onde a gente queria estar.

Deu uma saudade doida de dançar você mais eu. Olhar seu cheiro rodar no ar e fazer o tempo parar.

Não deu só saudade, deu vontade, vontade de te dizer que o nosso amor que aconteceu cor de amarelo é mais lindo que cordel.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s