Abençoados sejam os de espírito livre, os que insistem e não se esquivam, os bem-intencionados e os decididos. Os que fazem e acontecem, que colocam a mão na massa e metem o pé na jaca e se lambuzam.

Abençoados os que não são imutáveis, que trocam de lado e se permitem variar a opinião. Os que aceitam que nada é absoluto. Abençoados os que falam e dão a cara a tapa. Os que são capitães da própria sorte, os que se lançam aos seus interiores enfrentam seus dragões.

Abençoados sejam os que abraçam causas perdidas, os que acreditam em infinitudes e os que tem coragem de sonhar. Os que não esmorecem, não enrijecem e não perdem a compaixão e o poder de acreditar.

Abençoados sejam os excedidos, excessivos, exagerados, destemidos em viver. Os que dão nó em pingo d’água e os que amam depois do fim. Abençoados os que tecem costuras na alma e não perdem a capacidade de sonhar.

Abençoados sejam os que não se cansam de errar, de tentar outra e mais uma vez mais. Abençoados os sabem que o tempo não volta mais e querem ser o melhor de si, o quanto antes.

Um comentário sobre “Abençoados

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s