Então eu penso que você poderia mudar a minha vida, confundir minhas certezas, embaraçar minhas pernas e alterar meu destino. Entraria como uma rajada de vento pela minha janela, desordenando meus dias e minhas coisas, tirando tudo do lugar, mudando minhas crenças , arrepiando a pele e refrescando a alma.

De repente, eu acredito que você poderia me apanhar pela contramão, reescrever meu enredo, dançar no meu ritmo, sonhar ao meu lado e acordar para ver o sol nascer dentro de nós. Nos renderíamos diante da absoluta impossibilidade de ser qualquer outra coisa que não amor.

Sem desculpas, sem vergonha, sem pudor. A gente choveria, saciaria a sede e levaria esperança de vida pelos nossos sertões.

Aí eu meio que volto e revejo um tanto de tudo e é como se não tivesse deixado de ser, nem virado ontem. Presente e passado são um só tempo: agora, aqui, dentro de mim. Tudo é pura e simplesmente este instante, de tormenta e delírio.

A lembrança subitamente ganha vida e me pega pelas mãos, me leva pelos braços e eu ganho o céu. Sua saudade me chacoalha, me esbofeteia e me dá um beijo agridoce. Eu quase te alcanço, quase te encontro, quase te vejo. Quase deliquesço, quase enlouqueço e quase posso ser feliz de novo.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s